sábado, 31 de março de 2012

Ovelhinha Perdida

Contei aos catequizandos uma parábola que estava devendo à eles desde ano passado, mas cumpri direitinho o dever.


Contei a eles a Parábola da Ovelha Perdida (Lc, 15.4-7) CLIQUE AQUI


Após ter contado a Parábola, pedi aos catequizandos para procurar as suas ovelhas perdidas. Mas como assim?


Fiz pra eles um porta treco com garrafa PET no formato de ovelhinha. Cada uma tinha o nome deles e teriam que cada um procurar a sua.  Eles amaram, ficaram super contentes. E mais uma vez eu falhei nas fotos, a única que tirei foi uma que fiz de modelo em casa, por que eu sempre gosto de fazer uma antes pra ver se vou dar conta.


Esta aqui saiu pretinha rsrsrs por que usei foi um restinho de E.V.A preto, mas a que eu fiz para os catequizandos foi na cor branco e beje, também na lateral da PET colei uma tira de E.V.A.

Mas ainda vou tentar conseguir tirar uma foto de uma que eu fiz pra eles.

Quem quer o molde?

Pois aí vai....

6 comentários:

  1. Olá Jonathan, gostei da ideia vou tentar fazer também...
    Desde já lhe desejo uma abençoada Semana Santa!

    ResponderExcluir
  2. Amei... como vc é zelozo... Parabéns, continue sempre assim! Vc é uma obra prima de Deus...pensado e muito amado, nunca se esqueça disso!! Que el venha em socorro ás suas necessidades...

    ResponderExcluir
  3. Oi, Jonathan
    Que boa ideia. Vc encheu de doces para as crianças?
    Vou guardar o molde e fazer para o próximo ano dar na Páscoa com chocolates,porque as ovelhinhas deste ano já foram rsrsrs
    Ficaram simples, pois estou cheia de trabalho preparando a 1a. Eucaristia de minha turma.
    Deus abençõe vc e sua familia. Tenha uma SAnta e abençoada semana.
    Marcia

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Adorei vou tentar fazer com eles tambem,parabens mais so tenho um duvida,vc colou com cola quente o E.V.A? Espero respostas

    ResponderExcluir

Caso não dê conta de comentar com o seu email, você poderá comentar clicando na opção ANÔNIMO, só não pode esquecer de deixar o nome no final de seu comentário. Desde já, agradeço seu comentário e convido a voltar sempre.

Jonathan Cruz