sábado, 30 de junho de 2012

Leitura Orante da Bíblia - Encontro para Catequese

CATEQUESE AO REDOR DA MESA”

A mesa como símbolo: estar em volta da mesa não significa só saciar a fome, elas entram numa relação de olhares palavras e gestos que expressam toda a forma de ser e agir de cada um e de cada povo.
A mesa revela quem somos: a mesa e o alimento que nela é servido ajuda-nos a entender como somos, quem são as pessoas que queremos bem e quais são nossas opções.
A Leitura Orante da Bíblia: resgate de nossa tradição de ler a bíblia;

Na mesa da palavra
Pretende-se que a Leitura da Bíblia, na catequese, não seja mero estudo de um livro, mas seja acolhida da Palavra de Deus que nos fala por este Livro Santo da nossa fé. O fato ir até essa mesa, postar-se de pé, trocar a toalha de acordo com o tempo litúrgico, por exemplo, revela a necessidade celebrar a Palavra. Solenizar sua leitura, celebrar sua mensagem. Gestos, posturas e lugares determinam o que pensamos e como valorizamos cada momento da vida.

Na mesa da catequese
Resgata-se o antigo simbolismo de sentar ao redor da mesa para tomar a refeição. Neste caso, crianças, jovens e seus catequistas, sentam ao redor da mesa para saborear a Palavra que dá vida, sacia toda sede e devolve a alegria ao coração humano. Usando a mesa pretende-se sair do esquema de escola, da utilização de cadernos e canetas, e de tudo que lembre uma lição escolar. Ao redor da mesa se fala, se contemplam os símbolos, se dialoga e se realizam algumas atividades.

Cuidar do Espaço
É muito importante o zelo pelo espaço, porque ele também é símbolo e deve contribuir na catequese: Uma única mesa com cadeiras; Sem quadro negro;
Bíblia em destaque, porque é a partir dela “[...] que se chega, de modo mais adequado, às verdades da fé e suas conseqüências para a vida cristã”;
Providenciar que toda sala de catequese tenha uma pequena Mesa da Palavra, com a toalha de acordo com o tempo litúrgico, providenciar também vela, flores e água benta...;
Ambiente arejado, alegre, sem muitos cartazes pendurados nas paredes (o que é mais típico de ambiente escolar). Não poluir o visual, focar em Jesus Cristo e na Palavra de Deus;
Imagem de Jesus, Crucificado ou Ressuscitado.

ESTRUTURA DO ENCONTRO

Um encontro de catequese realizado a partir da Leitura Orante da Bíblia pode ser estruturado da seguinte forma:
I. Acolhida
Iniciar o encontro com boa acolhida. Dar tempo para chegar, falar um pouco, se acomodar ao redor da mesa nas cadeiras!
Trabalhar aqui a motivação para o tema a ser desenvolvido no dia: cartazes, dinâmica, música, história.

II. Ao redor da Palavra
Após a acolhida, o grupo muda de espaço, dirigindo-se á mesa da Palavra: todos permanecem em pé, como gesto de disposição à escuta atenta da Palavra de Deus.
1. Sinal da Cruz (pode-se usar água benta);
2. Canto de aclamação à Palavra e acendimento da vela;
3. Um catequizando lê a Palavra;
4. Outro catequizando lê novamente;
5. A catequista faz uma terceira leitura destacando alguns pontos e expressões;
6. Beijar a Bíblia como gesto de veneração e amor à Palavra proclamada;

III. Ao redor da mesa, nas cadeiras
1. Voltar para a mesa, sentar. Reconstruir o texto com a participação de todos, lembrando os cenários, as personagens, as falas mais significativos;
2. Cada um pode dizer a parte do texto: palavra, frase ou gesto que mais lhe chamou atenção (nesse momento não haja a preocupação de que se explique o porquê, apenas sejam feitas as citações livremente);
3. A catequista explica o contexto da passagem e trabalha alguns versículos selecionados para explicar o significado do texto;
4. Atualizar o texto bíblico: através de um símbolo ou de alguma imagem de revista ou de algum outro recurso visual, demonstrar como o texto se aplica aos nossos dias, como ele pode iluminar o nosso cotidiano;
5-O grupo deve chegar a conclusão de que a Palavra de Deus deve se tornar concreta na minha vida, devo assumir essa proposta concretamente, Como fazer?
6. Propor uma dimensão missionária, Aquele que verdadeiramente encontrou Cristo, anuncia, com palavras e com a vida.
7.Recordar a importância de viver e celebrar em comunidade.
8. Propor uma atividade (dinâmica de grupo ou arte) como fixação do tema desenvolvido no encontro (aqui se tenha o cuidado de evitar atividades de estilo escolar: redações, exercícios escritos, leituras, etc..);
7.Distribuir tarefas para o próximo, quem prepara o símbolo.

IV. Na mesa da Palavra- Celebrando o Encontro
1. Dedicar um tempo apropriado, sem apressar-se, para oração sobre o tema desenvolvido. Pode ser ao redor do ambão ou na igreja. Importante é não fazer o momento de oração com o grupo desmotivado, ou apenas para cumprir uma tarefa. É preciso criar clima favorável para esse momento conclusivo.

3 comentários:

  1. muito importante esta postagem agradeco por ter esse meios de comunicacao

    ResponderExcluir
  2. MUITO BOM ME AJUDOU MUITO AGRADEÇO A VCS POR ISSO ..BJOSSSS

    ResponderExcluir
  3. MUITO BOM PARA NOS CATEQUISTAS EU VOU APROVEITAR MUITO NA CATEQUESE. OBRIGADA LORENA

    ResponderExcluir

Caso não dê conta de comentar com o seu email, você poderá comentar clicando na opção ANÔNIMO, só não pode esquecer de deixar o nome no final de seu comentário. Desde já, agradeço seu comentário e convido a voltar sempre.

Jonathan Cruz