sábado, 24 de novembro de 2012

Cristo Rei


Cristo é uma palavra grega“Chistos”. Siguinifica“ungido”, isso é: alguém que foi capacitado para fazer coisas extraordinárias.
Por exemplo: os reis de Israel eram escolhidos por Deus através dos profetas que os ungiam para serem bons reis.
As pessoas que conheciam Jesus, diziam: Será que Ele é o Cristo de Deus? Nós sabemos a resposta: sim! Ele é! Pois Ele morreu por nós na Cruz, nos salvou, venceu a morte e ressuscitou. Ele vive e reina para sempre, seu reino não terá fim! Huhúúú!!!
Jesus disse: Meu Reino não é desse mundo.
Isso é muuuuuito importante:O Reino de Jesus, começa no coração da gente e continua no Céu…
Senhor, seja o Rei do meu coração… Peraí, mas como?
Primeiro é preciso entender como é o Reino de Jesus…
Como é o Reino de Jesus?
É um reino de amor, bondade, perdão, verdade…Você topa lutar para viver assim também por amor a Jesus? A Eucaristia nos ajuda, pois quanto mais recebemos Jesus, mais nos parecemos com Ele… É um milagre!
Entendeu: onde há amor e bondade, alí acontece o reino de Jesus.
Na história, muitos que não eram lá chegados em perdoar, amar, respeitar a vida de todos fizeram guerra a Jesus e seus seguidores. Começando pelos imperadores de Roma que queriam ser adorados como deuses e sairam matando a torto e direito os suditos do reino de Jesus, os primeiros cristãos…
Você daria a vida por Jesus? É sério… Tipo Santa Restituta…
Durante a segunda guerra mundial, os nazistas diziam que Jesus não mandava mais nada nesse mundo e deram a ordem de tirar os crucifixos dos locais públicos. Restituta recebeu essa ordem também: arrancar os crucifixos do hospital onde trabalhava. Ela sabia que estavam tentando destruir o reino de Deus e não aceitou isso, enfrentou os nazistas com grande coragem. (Fonte: Amigos do Céu)
Vamos Colorir?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caso não dê conta de comentar com o seu email, você poderá comentar clicando na opção ANÔNIMO, só não pode esquecer de deixar o nome no final de seu comentário. Desde já, agradeço seu comentário e convido a voltar sempre.

Jonathan Cruz